• siga o )feminal( no twitter
  • comunidade )feminal( no facebook
  • comunidade )feminal( no orkut

Lícia Peres, a pauta feminista na campanha eleitoral gaúcha

16 de junho de 2010

por Eloá Muniz

A agenda das eleições de outubro de 2010 está concentrada na manutenção da estabilidade financeira e dos programas sociais de assistência às classes mais vulneráveis.

Falta colocar na pauta das discussões as políticas públicas para as mulheres quanto aos direitos humanos e a conseqüente conscientização desses direitos. Criar possibilidades de realização profissional, capacitação com vistas à independência econômica, criar condições de vida com mais qualidade, a partir do desvelamento da auto estima e das habilidades inerentes a cada ser humano é necessidade pontual na campanha deste ano, tanto no estado como no país.

A socióloga Lícia Peres tem uma trajetória de luta neste campo, quando no início dos anos 80 juntamente com Dilma Rousseff criaram a AMT – Ação da Mulher Trabalhista. A AMT teve papel determinante na luta pela anistia e todos os desdobramentos decorrentes desta luta, no que tange aos desaparecidos, aos anistiados e suas famílias. Hoje, Lícia Peres, ainda envolvida com este tema reuniu um grupo de pessoas e criou um Museu com os documentos contando a história de várias pessoas que tiveram seus direitos violados no período da ditadura.

Sua atuação, entretanto, vai além. Sempre engajada na luta pelos direitos das mulheres, sua participação no movimento feminista do Rio Grande do Sul e Brasil é significativa e consistente. É indissociável seu nome da história do feminismo no Brasil.

Possui várias obras sobre o tema e, além, de sua característica intelectual é uma pessoa atuante. Incontáveis os projetos ligados à mulher e inúmeras as vezes que atendendo solitações de projetos políticos, participa contribuindo para o empoderamento feminino como movimento e não como projeto de visibilidade pessoal.

Bem vinda, Lícia Peres, à campanha eleitoral deste ano! Agora a pauta de campanha contemplará os anseios feministas e o sonho de que tudo pode mudar com dignidade e respeito.